Produtos

Home > Produtos > Terapia VNS

Acesso a área restrita

Terapia VNS voltar

Para ter certeza que o paciente tenha o melhor tratamento possível, é importante trabalhar como uma equipe - o cuidador, o paciente e o médico - com o mesmo objetivo: ajudar o paciente a melhorar sua qualidade de vida proporcionando o melhor controle possível das crises, com os menores efeitos colaterais possíveis. É esta equipe que decidirá se é o momento de considerar a Terapia VNS.

No ano de 1994 o acesso a Terapia VNS foi disponibilizada à pacientes com Epilepsia Refratária na Europa, ao obter o Certificado de Registro do Produto para comercialização na União Europeia, o CE Mark (Certificado de Registro do produto para Marca CE). Em 1997 a terapia foi aprovada nos Estados Unidos pelo FDA (Food and Drog Administration). E chegou ao Brasil, no ano de 2000, registrada pelo Ministério da Saúde / ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A Terapia VNS utiliza impulsos elétricos para ajudar a prevenir crises de epilepsia com os mínimos efeitos colaterais possíveis visando proporcionar uma melhora na qualidade de vida das pessoas com epilepsia.

O principal relato de pais e cuidadores são de que com a Terapia VNS a pessoa com epilepsia de "difícil controle" obtem melhoras significativas nas habilidades de aprender, integrar-se socialmente e estudar.

A Terapia VNS é uma terapia adjunta, isto é, usada com outra terapia, geralmente medicação. Pode reduzir a frequência das crises em crianças, adolescentes e adultos que sofrem de crises parciais, com ou sem generalização secundária, ou tem crises generalizadas que são refratárias às medicações anti-epiléticas.

A Terapia VNS usa um Gerador, pequeno aparelho médico, que através de um Condutor envia minúsculos impulsos elétricos ao Eletrodo ligado ao nervo vago esquerdo situado no pescoço.

O nervo vago é um grande elo de comunicação entre o corpo e o cérebro, responsável por enviar impulsos às partes do cérebro.

A Terapia VNS atua ajudando a prevenir as irregularidades elétricas que causam as crises.

A Terapia VNS não é a cura para epilepsia e não funciona para todas as pessoas.